sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Turquia sugere manter estado de emergência por um ano

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, sugeriu esta quinta-feira que pode ser necessário manter por pelo menos um ano o estado de emergência decretado após a tentativa de golpe de Estado de julho.

As declarações de Erdogan foram feitas um dia depois de ter presidido a uma reunião do principal órgão de segurança nacional turco, que pediu que o estado de emergência, que expira em outubro, seja prolongado.

"Foi constatado que um período de três meses não é suficiente. É do interesse da Turquia prolongar o estado de emergência por mais três meses", disse Erdogan, numa declaração transmitida pela televisão.

"Talvez 12 meses não sejam suficientes", acrescentou.

O estado de emergência constitui o fundamento legal para a vaga de repressão empreendida pelo Estado turco contra os alegados autores e cúmplices da tentativa de golpe de 15 de julho, orquestrada, segundo Erdogan, pelo pregador muçulmano Fethullah Gulen, que nega qualquer relação com os factos.

O ministro da Justiça, Bekir Bozdag, disse na quarta-feira que até ao momento 32.000 suspeitos estão sob custódia por alegadas ligações a Gulen.

Recep Tayyip Erdogan justificou a necessidade do estado de emergência com o combate ao ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e à organização de Gulen, que Ancara designa como FETO.

O Presidente defendeu ainda o prolongamento do estado de exceção citando medidas semelhantes tomadas pelo Governo de França após os atentados de novembro em Paris.

"Alguém no mundo pergunta a França porque declarou o estado de emergência por um ano?", questionou.

Lusa

  • Mulher detida ao tentar atropelar polícias junto ao Capitólio, em Washington

    Mundo

    Agentes da polícia abriram fogo contra uma mulher (e não um homem, ao contrário do que inicialmente se disse) que conduzia um carro perto do Capitólio e tentava atropelá-los, segundo o Departamento da Polícia Metropolitana de Washington. A mulher foi detida mas a polícia garante que não se tratou de um ato terrorista.

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.