sicnot

Perfil

Mundo

Refugiado sírio salva noiva em apuros

Refugiado sírio salva noiva em apuros

Aconteceu no Canadá no passado dia 25 de setembro. A poucas horas de subir ao altar, o fecho do vestido de noiva estraga-se. Entre os convidados não há quem consiga arranjar o fecho. Decidem então pedir ajuda aos vizinhos. Na casa do lado, o recém-chegado Ibrahim Dudu oferece-se para ajudar. Foi alfaiate durante 28 anos em Alepo, na Síria. Uma feliz coincidência que "salvou" o casamento de Jo e Earl, um casal de Ontário.

Foi tudo o registado pela lente de Lindsey Coulter. A fotógrafa contratada para fazer o casamento ficou tão comovida com a atitude de Ibrahim Dudu, o refugiado sírio que deciciu criar um crowdfunding para angariar dinheiro para os refugiados no Canadá.

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55