sicnot

Perfil

Mundo

Cuba, Haiti e Jamaica em alerta por causa de furacão Matthew

Cuba está em alerta e a preparar medidas de prevenção, e já transferiu milhares de pessoas de zonas ameaçadas, para fazer face à passagem pela ilha do furacão Matthew, segundo a televisão estatal.

Com a aproximação do furacão a Defesa Civil ativou os mecanismos previstos para casos de emergência meteorológica e começou a evacuar zonas perto do mar passiveis de inundação nas províncias orientais de Guantánamo, Holguín, Granma, Las Tunas e Santiago de Cuba.

Especialistas indicaram que foram adotadas medidas de proteção em armazéns de medicamentos e de alimentos e centros de produção, e reforçados serviços de saúde, transportes e comunicações.

Uma das orientações mais insistentes da Defesa Civil junto da população dos territórios em alerta é para que se mantenham informados através dos boletins que vão sendo divulgados na rádio e televisão estatais.

Matthew é o quinto furacão da temporada de ciclones no Atlântico e tem ventos de 220 quilómetros.

No Haiti as autoridades estão também a evacuar zonas do sul do país, que apresentam maior risco de sofrer as consequências do furacão.

O Presidente da República, Jocelerme Privert, informou hoje a população das medidas de prevenção e anunciou que as escolas estarão fechadas na segunda-feira.

"O furacão afetará todo o país. Peço a todos para respeitarem as ordens das autoridades. Este furacão chegará nas próximas horas e temos que estar vigilantes, hoje cada um tem que estar atento. Todos os ministérios estão mobilizados para responder a qualquer emergência", disse numa conferência de imprensa.

O ministro do Interior, Yanick Joseph, disse que o Governo conta com mil centros em todo o país com capacidade para acolher 300.000 pessoas, em caso de necessidade.

Na Jamaica as autoridades anunciaram hoje que serão interrompidos os transportes públicos por estrada e cancelados parte dos voos com origem e destino no aeroporto Norman Manley, da capital.

A ilha espera receber esta noite e na manhã de segunda-feira o impacto do furacão, de categoria quatro numa escala de cinco (escala Saffir-Simpson), e as autoridades admitem tomar medidas como o corte do fornecimento de eletricidade.

Segundo a imprensa local começaram a faltar víveres nalguns locais da ilha devido ao açambarcamento da população.

As chuvas e os ventos atribuídos ao furacão dificultaram hoje na costa atlântica da Colômbia a votação do plebiscito sobre o acordo do Governo com a guerrilha e atrasaram a chegada do material eleitoral.

Lusa

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03

    Mundo

    António Costa defendeu uma diplomacia pela paz. O primeiro-ministro português saiu em defesa da língua portuguesa e da presença do Brasil e da Índia no Conselho de Segurança das Nações Unidas. No discurso na Assembleia Geral da ONU, Costa salientou também o compromisso do país em relação ao multilateralismo e às questões ambientais.

  • "Atrás das Câmaras" em Fátima
    2:48
  • "Só tive tempo de avisar o meu sogro e o meu marido e disse: corram!"
    2:17
  • Furacão Maria volta a ganhar força

    Mundo

    Apesar de ter perdido intensidade, após a passagem por Porto Rico, onde deixou um rasto de destruição, Maria voltou a ganhar força, é agora um furacão de categoria 3. Está a afetar a zona norte de Punta Cana, na República Dominicana com ventos que atingem os 90 km/há e move-se para o noroeste.

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.