sicnot

Perfil

Mundo

Polícia turca detém irmão do pregador muçulmano Fethullah Gulen

A polícia turca deteve um irmão do pregador muçulmano Fethullah Gulen, acusado pela Turquia de ter instigado o fracassado golpe em julho e que vive exilado nos Estados Unidos, anunciou este domingo a agência noticiosa pró-governamental Anadolu.

Acusado de ser "membro de uma organização armada terrorista", Kutbettin Gulen foi detido em Izmir (província turca conhecida pelas praias do mar Egeu) em casa de um familiar e colocado sob custódia policial, acrescentou a mesma agência.

É o primeiro irmão de Fethullah Gulen a ser detido após a tentativa de golpe de 15 de julho deste ano.

Segundo artigos antigos dos 'media' turcos, Fethullah Gulen, exilado nos Estados Unidos desde 1999, tem cinco irmãos: Seyfullah e Hasbi -- que já morreram -, Mesih, Salih e Kutbettin. Também tem duas irmãs, Nurhayat e Fazilet.

A Turquia acusa o dissidente Fethullah Gulen, antigo aliado do Presidente da Turquia, e o movimento por ele fundado, o Hizmet, de ter orquestrado e realizado o golpe falhado, que terminou com 270 mortos, 34 deles golpistas, e vários milhares de feridos.

Na sequência da tentativa de golpe militar, o Governo de Ancara declarou o estado de emergência e desencadeou uma purga em diversos organismos estatais e setores da sociedade turca, incluindo nas áreas da justiça, educação, defesa e comunicação social, para localizar os alegados seguidores de Fethullah Gulen.

Desde o início deste processo sem precedentes, 32 mil pessoas foram detidas na Turquia. Para não sobrecarregar o sistema prisional, o Governo de Ancara decidiu libertar 38 mil presos condenados.

A Turquia já pediu por diversas ocasiões a extradição de Fethullah Gulen.

Lusa

  • Biológicos nas escolas e nos telemóveis

    País

    O Governo vai criar o Dia Nacional da Alimentação Biológica e uma estratégia que passa por distribuir produtos biológicos nas escolas e criar uma aplicação móvel para os portugueses poderem localizar unidades de produção ou comercialização de produtos biológicos, segundo a Estratégia Nacional que será hoje apresentada.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.