sicnot

Perfil

Mundo

Diário de prisão de Luaty Beirão será publicado em novembro

O diário de prisão do ativista luso-angolano Luaty Beirão será publicado pela Tinta-da-China no final de novembro, disse esta segunda-feira à agência Lusa a diretora editorial, Bárbara Bulhosa.

"Vou publicar no fim de novembro o diário de prisão, aquilo que o Luaty escreveu enquanto esteve preso, embora não tenhamos todos os cadernos que ele escreveu, porque alguns ficaram retidos pelos guardas prisionais e ele não consegue recuperá-los", indicou.

Luaty Beirão foi um dos 17 ativistas detidos em junho de 2015 em Luanda e condenados em março deste ano pela justiça angolana a penas de prisão entre dois anos e três meses e oito meses e meio por "rebelião e associação de malfeitores", provisoriamente libertados em junho e depois abrangidos por uma amnistia geral.

O diário do ativista de 34 anos, uma das vozes mais críticas do regime angolano liderado por José Eduardo dos Santos contém, por exemplo, "listas do que ele precisava para comer, porque na prisão -- e ele esteve em várias --, não aceitava nenhuma comida dada pelos guardas prisionais, por haver um grande risco de ser envenenado", revelou a editora.

"Ele só comia aquilo que a família lhe levava - e que tinha de poupar muito - e descreve as celas, os ratos nas celas, a vida na solitária, o que ouvia nas outras celas... É muito impressionante o relato dele", observou.

Além do diário original, o livro incluirá também uma longa entrevista do Carlos Vaz Marques ao 'rapper' e engenheiro eletrotécnico luso-angolano, a solução considerada pela editora "a mais interessante para contar a história do Luaty".

"Na entrevista, o Luaty vai relatar o resto, aquilo que não está no diário, desde o processo à prisão, à greve da fome e, agora, a esta amnistia e àquilo que ele quer fazer no futuro com o que se tornou -- porque se tornou, de facto, o símbolo da libertação de Angola", frisou Bárbara Bulhosa.

Lusa

  • Luaty relata detenção e fala em agressões da polícia angolana
    2:12

    Mundo

    O ativista luso-angolano Luaty Beirão foi hoje detido em Luanda durante algumas horas, juntamente com outros sete ativistas em frente a uma prisão em Luanda, quando tentavam visitar o ativista Francisco Gomes Mapanda. A SIC falou com o próprio Luaty Beirão, o ativista angolano que hoje voltou a ser detido enquanto aguardava pela hora da visita na cadeia de Viana. Luaty Beirão relata o que se passou esta tarde, mostra-se confuso e indignado com mais este episódio de agressões por parte da polícia angolana.

  • Biológicos nas escolas e nos telemóveis

    País

    O Governo vai criar o Dia Nacional da Alimentação Biológica e uma estratégia que passa por distribuir produtos biológicos nas escolas e criar uma aplicação móvel para os portugueses poderem localizar unidades de produção ou comercialização de produtos biológicos, segundo a Estratégia Nacional que será hoje apresentada.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.