sicnot

Perfil

Mundo

Ex-Presidente de moçambicano Chissano apoia Guterres para a ONU

O ex-Presidente de Moçambique Joaquim Chissano manifestou desejo que António Guterres seja nomeado secretário-geral das Nações Unidas, mostrando-se desconfiado sobre o processo de escolha.

"Eu agora estou um pouco perdido porque parei na quinta votação, não sei já houve a sexta. Ele ganhou todas as cinco votações e estava a dizer em conversa que, se o Guterres perder - era um pouco de brincadeira - será fraude", comentou.

Convicto de que as cinco votações seriam suficientes para garantir a eleição do antigo primeiro-ministro português, questionou também o anúncio na semana passada da candidatura da búlgara Kristalina Georgieva, vice-presidente da Comissão Europeia, substituindo a compatriota Irina Bokova, atual diretora-geral da UNESCO.

"Essa mudança de jogador da Bulgária à ultima hora não sei como vai ser classificado", ironizou, à margem da divulgação do Índice Ibrahim de Governação Africano 2016.

O antigo chefe de Estado moçambicano vincou que "nas Nações Unidas, é preciso escolher um candidato sem pensar naquilo que ele vai fazer pelo seu país" porque, acrescentou, "uma vez eleito secretário geral, é secretário-geral para todos, não pode pensar que vai fazer favores".

Deu o exemplo de Boutros Boutros-Ghali e de Kofi Annan, ambos africanos.

"Não fizeram maravilha nem fizeram surpresas para África porque tinham de ser secretários-gerais para todos", justificou.

Mesmo assim, manifestou apoio ao candidato português, enfatizando: "gostaria que o Guterres ganhasse porque eu conheço a sua idoneidade e a sua capacidade de ser independente no desempenho das suas funções".

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.