sicnot

Perfil

Mundo

Impressão a 3D promete acabar com calvície

Reuters

Uma nova tecnologia promete pôr fim à calvície. Através da bioimpressão - impressão a 3D na medicina -, o processo permite obter um folículo capilar vivo, capaz de produzir cabelo.

A tecnologia é o resultado de uma parceria entre o grupo francês L'Oréal com a startup de biotecnologia Poietis e consiste no uso de lasers para a bioimpressão de tecidos humanos como o folículo capilar.

"A ideia é conseguir algo que não foi realizado até agora: bioimprimir um minúsculo órgão, o folículo, em vez de imprimir cabelo", conta a responsável da L'Oréal Patricia Pineau.

A impressora posiciona células em três dimensões de forma detalhada e forma camadas de células minúsculas para criar tecido vivo.

As experiências com engenharia de tecidos humanos têm vindo a ser feitas há já alguns anos. Por todo o mundo, cerca de dez equipas fazem pesquisa sobre o crescimento do cabelo, do Reino Unido à Rússia, japão e Estados Unidos.

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC