sicnot

Perfil

Mundo

Serial killer suspeito de envenenar 48 idosos num hospital do Japão

As autoridades japonesas estão a investigar a morte de 48 idosos num hospital. O alegado autor do crime terá envenenado os pacientes através da injeção de um desinfetante nos sacos intravenosos. A polícia acredita que o suspeito tenha atuado com conhecimento de um médico.

As suspeitas instalaram-se depois da autópsia feita a dois pacientes. O resultado foi morte por envenenamento.

Segundo o Independent, tudo aconteceu no Hospital Oguchi em Yokohama. Sozo Nishikawa e Nobuo Yamaki, ambos com 88 anos, morreram a 18 e 20 de setembro, respetivamente.

Os investigadores terão encontrado dez sacos intravenosos por utilizar e com buracos nos selos de borracha no quarto andar do hospital, onde os dois idosos morreram, avança o The Japan Times.

A investigação aponta para que possa existir uma ligação entre estas mortes e a de outros 46 pacientes que estavam a ser tratados no mesmo andar.

A equipa clínica do hospital garante que não houve qualquer tipo de infeção que possa ter provocado as mortes. Já no mês passado, um funcionário do hospital sentiu-se mal depois de ingerir uma bebida que estaria misturada com lixívia.

A investigação surge dois meses depois da morte de outros 19 pacientes num local que albergava pessoas com deficiência, perto de Tóquio.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.