sicnot

Perfil

Mundo

"Só somos grandes seres humanos quando estamos juntos"

Entrevista exclusiva

"Só somos grandes seres humanos quando estamos juntos"

É uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Larry Brilliant, médico norte-americano que ajudou a erradicar a varíola na Índia, esteve em Lisboa este fim de semana e falou à SIC sobre o seu percurso.

Larry Brilliant, médico norte-americano, viveu 10 anos na Índia onde, a trabalhar para a Organização Mundial de Saúde, ajudou a erradicar a varíola. Recorda desses tempos a vontade comum - mesmo entre russos e americanos em plena Guerra Fria -, que conseguiu pôr fim a uma pandemia que matou cerca de 500 milhões de pessoas só no século XX.

Depois de ter estado envolvido na luta contra outras doenças infecciosas, igualmente mortíferas, e ter trabalhado como voluntário em regiões atingidas por catástrofes naturais, foi diretor executivo da Google.org e mais tarde vice-presidente da própria Google.

Atualmente é presidente da Skoll Global Threats, uma organização sem fins lucrativos que procura respostas para ameaças globais como as alterações climáticas, as pandemias, ou o conflito do médio oriente. Mas é a mudança climática que Larry Brilliant coloca no topo das suas prioridades atuais, por considerar que se trata da maior ameaça que a humanidade enfrenta hoje.

Considerado uma das 100 pessoas mais influentes do mundo segundo a revista Time, esteve em Lisboa este fim de semana, na Conferência Saúde Global, e falou à SIC sobre o seu percurso, desde jovem ativista dos direitos humanos cativado por Martin Luther King.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.