sicnot

Perfil

Mundo

Talibãs lançam ataque para reconquistar Kunduz

Polícia afegã patrulha ruas de Kunduz

© Nasir Wakif / Reuters

Os talibãs lançaram hoje um novo ataque contra Kunduz para retomar o controlo desta cidade no norte do Afeganistão, constatou um correspondente da AFP.

"O ataque começou por volta das 03:00 (23:30 de domingo em Lisboa) a partir das entradas sul e este; os talibãs lutam na cidade contra as forças governamentais", relatou.

O jornalista assinalou a presença de dois helicópteros do exército afegão e "combates intensos", tendo indicado que a "cidade está deserta e as lojas fechadas".

Com este ataque, os rebeldes islâmicos marcam o primeiro aniversário da sua breve tomada de Kunduz, única capital provincial que controlaram após a queda do seu regime, em 2001.

A 28 de setembro de 2015, os talibãs fizeram uma incursão em Kunduz, que conseguiram controlar durante três dias. Acabar por anunciar a retirada a 15 de outubro.

Segundo um relatório da ONU, a batalha de Kunduz fez 289 mortos e 559 feridos entre os civis.

Na contra-ofensiva, a aviação norte-americana atingiu na noite de 3 de outubro um hospital dos Médicos Sem Fronteiras, em que morreram 42 pessoas.

  • Lesados do Banif confiaram "num sistema que os aldrabou"
    2:00
  • "Octávio Machado foi a terceira escolha" para o cargo
    2:01
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • Direita acusa presidente da Assembleia da República de não estar à altura do cargo
    2:06

    País

    O presidente da Assembleia da República está a ser novamente criticado pela oposição. Numa entrevista à Antena 1, Eduardo Ferro Rodrigues disse que não queria falar sobre o caso Galpgate para não causar espasmos à direita. Na reação, o CDS diz que a segunda figura do Estado deve abandonar as trincheiras partidárias. A direita acusa ainda que o presidente da Assembleia de não estar à altura do cargo.

  • "Sempre me senti em casa em Portugal"
    1:11