sicnot

Perfil

Mundo

Furacão Matthew causa primeiras vítimas ao atravessar as Caraíbas

O furacão Matthew, considerado uma das mais ameaçadoras tempestades dos últimos dez anos, causou as primeiras vítimas ao atravessar as Caraíbas, deixando um morto e um desaparecido no Haiti, informaram as autoridades na segunda-feira.

Mais de duas mil pessoas foram deslocadas para abrigos temporários na região de Grand Sud ao início da noite. Durante o dia, a proteção civil enfrentou dificuldades, com alguns residentes a recusarem deixar as suas casas em zonas vulneráveis, incluindo no pobre e densamente habitado bairro de Cité Soleil - onde 100 mil dos 500 mil residentes enfrentam risco de inundações - e em Cité L'Eternel, junto ao mar, na capital (Port-au-Prince).

Ventos fortes atingiram a costa sul do país mais pobre das Américas, onde habitações e edifícios frágeis deixam os residentes particularmente expostos a desastres naturais.

Os níveis da água do mar continuam a subir no sul do Haiti, na ilha de Hispaniola. Em Cayes, a terceira cidade, a água já chegava ao nível da rua, impulsionada pelas fortes chuvas.

Perante o risco de cheias, 43 detidos na prisão de Miragoane foram transferidos para Fond-des-Negres, no interior.

Inundações foram também registadas na Jamaica, com a tempestade de categoria 4 na escala Saffir-Simpson, de cinco níveis, a aproximar-se do sul.

Em Cuba foram retiradas 316 mil pessoas do leste da ilha.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.