sicnot

Perfil

Mundo

Jamie Oliver criticado na internet por "paelha abominável"

Esta segunda-feira, Jamie Oliver publicou a sua versão de paelha na internet. Contudo, a receita não foi bem aceite pelos espanhóis, que se juntaram contra o chef inglês.

Através do Twitter, Oliver publicou a sua receita de paelha, na qual junta asas de franco e chouriço.

Uns chamaram abominação, outros foram mais simples e disseram apenas que a receita de Jamie Oliver não era de todo uma paelha. Houve quem até recorresse às imagens para mostrar que o que o chef cozinhou não estava nem perto da original paelha.

O facto é que a receita não agradou em nada aos espanhóis, que através do Twitter, defenderam com unhas e dentes a tradicional paelha.

Existem inúmeras receitas para confecionar paelha. Originalmente criado em Valência, o prato junta arroz e os mais diferentes ingredientes, como carne, peixe, frutos do mar, vegetais, caracóis ou até alcachofras.

No entanto, os mais tradicionais defendem o que deve ou não entrar na paelha. Existe até umas quantas regras de ouro, tais como só usar arroz espanhol e nunca usar chouriço.

Eis algumas das reações dos espanhóis à transformação da paelha espanhola pelo chef Jamie Oliver:

  • Jamie Oliver lança novo livro
    5:22

    Cultura

    O chef de cozinha Jamie Oliver tem mais um livro. "Receitas Saudáveis" propõe uma revolução tranquila nos hábitos alimentares e a possibilidade de viver mais e melhor. A SIC falou em Londres, em exclusivo para a televisão portuguesa, com o chef que se transformou numa poderosa imagem de marca.

  • Jamie Oliver declara guerra ao açúcar

    Mundo

    A guerra já começou. Hoje o chefe e apresentador de TV britânico, Jamie Oliver, publicou uma fotografia esclarecedora sobre a quantidade de açúcar que um refrigerante pode conter. No início da semana foi ao Parlamento pedir aos deputados um imposto sobre o açúcar.

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.