sicnot

Perfil

Mundo

Merkel reivindica papel para a UE nos grandes desafios mundiais

© Axel Schmidt / Reuters

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu esta quarta-feira que a União Europeia (UE) deve ter um papel na resposta aos grandes desafios mundiais e cumprir o que promete para recuperar a confiança dos cidadãos.

Merkel, que intervinha num fórum empresarial em Berlim, defendeu também a sua política de acolhimento de refugiados como uma questão de valores e princípios e a aposta do seu governo no futuro acordo de comércio livre com os Estados Unidos (TTIP), políticas que lhe têm valido fortes críticas internas.

"Precisamos da UE como ator comum nas grandes perguntas sobre a evolução do mundo", disse a chanceler, depois de enumerar desafios como a crise migratória, os conflitos na Síria e na Ucrânia ou o fraco crescimento económico da Europa.

A chanceler precisou que não se trata de a UE perseguir "grandes visões" ou "mudanças nos tratados", mas de ser "mais rápida" em "algumas decisões", dando como exemplo a grande diferença de ritmo entre o progresso tecnológico e o desenvolvimento legal comunitário nessa matéria.

Por outro lado, acrescentou, é importante "implementar o que é acordado", porque o contrário deixa "as pessoas desconfiadas" e só cumprindo se recupera "a credibilidade" perante os cidadãos.

Na base das grandes questões do mundo atual, defendeu, está o grau de abertura que os países estão dispostos a ter.

Nesse contexto, o Brexit, a decisão do Reino Unido de sair da UE, é "um primeiro passo para uma menor integração", e consequentemente um menor grau de abertura.

Para que o Reino Unido possa ter acesso ao mercado comum, frisou, tem de aceitar e aplicar "as quatro liberdades fundamentais" da UE, que incluem "a liberdade de circulação de pessoas" que Londres rejeita.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.