sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades dos EUA criam site para ajudar população a enfrentar o furacão Matthew

© Henry Romero / Reuters

Através do site da agência que fornece aos militares um mapa interativo das estradas de evacuação, as autoridades norte-americanas mobilizam o poderio da internet para ajudarem as populações a enfrentarem o devastador furacão Matthew.

A agência aeroespacial de informações militares NGA criou um sítio dedicado ao furacão, que pode ser visto aqui.

O site reúne e disponibiliza "dados, produtos e serviços geoespaciais não classificados, para ajudar o governo norte-americano a responder ao furacão".

O Matthew intensificou-se esta quinta-feira para categoria 4, com ventos de 220 quilómetros horários. A sua chegada ao território sudeste do Estado da Florida está prevista para a noite, após o que deve subir ao longo da costa até chegar ao Estado da Carolina do Sul.

O sítio vai recensear inundações, destruições materiais, fechos de estradas e pontes, os edifícios atingidos, os deslizes de lama ou ainda os locais de aterragem possíveis para os helicópteros de socorro.

O Departamento de Transportes da Carolina do Sul desenvolveu um mapa interativo consagrado às estradas de evacuação, indicando onde estão e onde a circulação está afetada.

Mais de dois milhões de pessoas foram aconselhadas fortemente a abandonar o litoral, antes da chegada do furacão, que devastou o Haiti, onde provocou 108 mortes, pelo menos, e ganhou entretanto força.

  • Furacão Matthew ganha força a caminho da Florida
    1:32

    Mundo

    Pelo menos 69 pessoas morreram no Haiti na passagem do furacão Matthew. As Nações Unidas garantem que metade da população precisa de ajuda imediata. A tempestade dirige-se agora para a costa este dos Estados Unidos que já está de prevenção.

  • Furacão Matthew é o mais grave dos últimos 10 anos
    2:40

    Mundo

    Os Estados Unidos ativaram um plano de emergência para preparar a chegada do furacão Mathew que já matou mais de uma dezena de pessoas e fez centenas de feridos à passagem pelo Haiti, República Dominicana e Cuba. As autoridades anunciaram a deslocação de mais de 1 milhão de pessoas. O presidente Barack Obama pediu aos americanos que sigam à risca os alertas das autoridades locais.

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.