sicnot

Perfil

Mundo

Eurodeputado britânico hospitalizado após discussão com colega

© Andrew Yates / Reuters

O europedutado britânico Steven Woolfe do UKIP, o partido da independência do Reino Unido, foi esta manhã hospitalizado, depois de alegadamente ter sido agredido por um colega durante uma reunião no Parlamento Europeu. Um porta-voz do partido informou que o eurodeputado está "consicente e a recuperar bem".

De acordo com Nigel Farage, que atualmente lidera o partido que defendeu a saída da União Europeia em Estrasburgo, Woolfe foi hospitalizado depois de ter sido agredido por um colega no interior do Parlamento Europeu, durante uma reunião de eurodeputados.

Steven Woolfe entrou em colapso e foi encaminhado ao hospital de Estrasburgo.

O eurodeputado é tido como o próximo líder do UKIP, depois da anterior líder ter pedido a demissão 18 dias depois de tomar posse.

Atualizado às 14:40 com estado de saúde de Steven Woolfe

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis - avaliação interna ao FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela 'troika' em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • 64, 65 ou 73, afinal quantas são as vítimas de Pedrógão?
    1:27
  • Enfermeiros suspendem greve e protesto

    País

    Os enfermeiros decidiram esta segunda-feira suspender a greve de zelo e o protesto contra o não pagamento do trabalho especializado, devido ao compromisso do Governo de iniciar negociações sobre matérias como horários de trabalho e remunerações, indicou fonte sindical.

  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC