sicnot

Perfil

Mundo

"As pessoas tendem a não dar ouvidos às autoridades"

Correspondente SIC

"As pessoas tendem a não dar ouvidos às autoridades"

Luís Costa Ribas

Luís Costa Ribas

Correspondente SIC

O furacão Mathew dirige-se agora para os Estados norte-americanos da Geórgia e da Carolina do Sul, depois de ter atingido a Flórida. O correspondente da SIC nos Estados Unidos, Luís Costa Ribas, diz que "as pessoas tendem a não dar ouvidos às autoridades" e por isso todo o dispositivo de prevenção foi reforçado para que não se repita um episódio semelhante ao que aconteceu com o Katrina. Esta sexta-feira Barack Obama aconselhou os cidadãos a dirigirem-se aos postos de ajuda existentes.

  • Português na Florida afirma que ventos continuam fortes
    4:01

    Mundo

    Eddie Branquinho está a viver na Florida e falou com a SIC sobre o furacão Matthew, que já fez um morto no estado norte-americano. O português diz que os ventos continuam fortes, mas já abrandaram um "pouco". Eddie Branquinho relata que está a ouvir as árvores caírem sobre a sua casa. O português falou ainda sobre a maneira como os oficiais pedem às pessoas para se prepararem para este tipo de situações.

  • NASA divulga imagens do furacão Matthew
    0:57

    Mundo

    A NASA divulgou imagens que mostram a dimensão do furacão Matthew. Trata-se de um pequeno vídeo, captado a partir da estação espacial internacional. É possível ver o enorme rasto deste furacão que se encontra agora a afetar solo norte-americano, com ventos muito acima dos 230 quilómetros por hora.

  • Autópsia à mulher baleada pela PSP contradiz agentes
    1:28

    País

    A mulher que morreu acidentalmente durante uma perseguição da PSP terá sido baleada no pescoço e o trio terá sido disparado por trás. Entretanto, segundo a imprensa, a PJ ainda não encontrou vestígios do tiroteio, entre os assaltantes do multibanco de Almada e a PSP.

  • Marinha dos EUA considera "absolutamente inaceitável" desenho de um pénis no céu

    Mundo

    Os cidadãos do Condado de Okanogan, em Washington, foram surpreendidos esta quinta-feira com o contorno de um pénis no céu. A imagem resultou de um rasto de condensação deixado por um avião militar norte-americano. A Marinha confirmou que um dos seus pilotos tinha desenhado a figura no ar e defendeu que a situação era "absolutamente inaceitável".