sicnot

Perfil

Mundo

Conservadores e centristas anunciam novo Governo de coligação na Croácia

A conservadora União Democrática Croata (HDZ), vencedora por maioria relativas das legislativas de 11 de setembro na Croácia, firmou uma coligação de Governo com o partido centrista e católico Most, confirmaram esta sexta-feira os líderes das duas formações.

"Chegámos a acordo para a organização do Governo. Espero uma maioria parlamentar estável e um trabalho eficaz nos próximos quatro anos que temos por diante", declarou o líder da HDZ, Andrej Plenkovic, em conferência de imprensa conjunta com o responsável do Most, Bozo Petrov.

O líder conservador afirmou garantir o apoio de 90 dos 151 deputados do Parlamento, e admitiu que poderá garantir mais apoios no hemiciclo a partir de segunda-feira, quando a Presidente Kolinda Grabar-Kitarovic iniciar as consultas sobre a formação do novo governo.

O HDZ obteve nas eleições legislativas de 11 de setembro 61 lugares, enquanto os rivais sociais-democratas (SPD) garantiram 54 representantes e o Most, terceira força mais votada, 13 deputados.

Plenkovic também conta com os oito deputados que representam as minorias nacionais e com o apoio de diversos partidos minoritários que também entraram no parlamento.

O líder do Most, com fortes ligações à hierarquia católica da Croácia, considerou por sua vez que "a forma como negociámos nestas três semanas garante um governo estável e que realize as reformas necessárias para a Croácia".

O HDZ e o Most integravam o governo cessante, que tomou posse em janeiro, mas que foi derrubado em junho no Parlamento pela própria HDZ, devido a divergências internas.

Os conservadores elegeram em junho Plenkovic para a liderança do partido, um político considerado mais moderado e conciliador que o seu antecessor, Tomislav Karamarko.

Os analistas consideram que Plenkovic tem um perfil que lhe permite um diálogo mais distendido com os restantes partidos, mas deverá provar que consegue conter o setor mais direitista do seu próprio partido.

Plenkovic e Petrov informaram que o Most terá um dos quatro vice-presidentes do futuro governos e três ministros, Interior, Justiça e Ambiente humano, e ainda o sector da Energia, até agora incluído na Economia.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.