sicnot

Perfil

Mundo

Maduro acusa embaixada dos EUA em Caracas de conspiração

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou hoje a embaixada norte-americana em Caracas de conspirar contra o seu Governo e pediu aos organismos de segurança e serviços secretos para estarem em "alerta máxima" contra ações terroristas.

"Eu sei que agora a embaixada dos Estados Unidos na Venezuela está por detrás de ações violentas, conspiradoras, terroristas, contra a paz do nosso país, que querem ativar nos próximos dias para chantagear a nossa pátria, que não vou permitir", disse.

"Não vou permitir, o mês de outubro será também um mês de paz", sentenciou.

Segundo Nicolás Maduro, o Presidente dos EUA, Barack Obama, "tem uma obsessão pela revolução bolivariana": "O império norte-americano marca todos os dias as coisas que fazemos", afirmou.

"Cada vez que respondemos aos EUA é por uma agressão que nos estão a fazer e não vamos ficar calados, cada agressão terá uma resposta", acrescentou.

Nicolás Maduro falava no Teatro Municipal de Caracas, durante uma iniciativa para lembrar o 40.º aniversário do atentado contra um voo da companhia áerea de Cuba em que morreram 73 pessoas e de que é acusado o ex-agente da CIA (serviços secretos dos EUA) Luís Posada Carriles, de origem cubana e naturalizado venezuelano.

Maduro frisou que pediu à ministra das Relações Exteriores, Delcy Rodríguez, que "retome com mais força" o pedido de extradição de Luis Posada Carriles e que enviará ele próprio uma carta a Obama para que o ex-agente da CIA "seja julgado na Venezuela e castigado pelos crimes" que cometeu contra o povo venezuelano.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.