sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de voos cancelados na Grécia antes da greve de domingo

Várias companhias aéreas cancelaram centenas de voos de e para a Grécia, antes das greves de um dia dos controladores de tráfego aéreo do país marcadas para domingo.

Egeu, maior companhia aérea do país, e a sua subsidiária Olympic Air, cancelaram todos os voos de domingo dentro ou para fora da Grécia para o domingo, quando a greve é para começar em setembro.

A companhia aérea Ryanair tem agendada a aterragem de 110 voos programados para hoje e domingo, convidando a Comissão Europeia a tomar medidas "para evitar greves repetidas que perturbam os planos de viagem de milhões de cidadãos europeus e suas famílias".

Na quarta-feira, a união de controladores de tráfego aéreo da Grécia disse que a greve de 24 horas agendada para domingo vai continuar na segunda-feira, quarta-feira e quinta-feira.

Os controladores estão contra a reestruturação proposta para a Autoridade de Aviação Civil, e acusam o governo grego de, com essa reestruturação, de avançar com a reforma de trabalhadores sem consultar o sindicato.

Por sua vez, o ministro dos transportes grego, Christos Spirtzis, acusou o sindicato dos controladores de tráfego aéreo de promover uma "greve sem exigências precisas" e "com motivações políticas", mas ressalvou estar em aberto discutir o tema com os trabalhadores.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.