sicnot

Perfil

Mundo

Modelo digital ajuda nas investigações de crimes em Auschwitz

As autoridades alemãs dispõem de um detalhado modelo digital do campo de extermínio Auschwitz-Birkenau, na Polónia, para facilitar a investigação sobre criminosos de guerra nazis, segundo a imprensa internacional.

Vários órgãos de comunicação relataram como investigadores, procuradores e juízes podem usar uma nova ferramenta tecnológica que permite uma espécie de viagem no tempo, ao reconstruir detalhadamente os locais, onde pelo menos 1,1 milhões de pessoas foram assassinadas durante a Segunda Guerra Mundial.

O modelo a três dimensões (3-D) reproduz a visão de um membro das forças alemãs SS no terreno, pelo que pode ser usado "em tribunais para rebater as objeções dos suspeitos que afirmam não ter testemunhado execuções ou marchas para as câmaras de gás dos locais onde estavam", explicou Jens Rommel, chefe do departamento federal alemão para a investigação de crimes de guerra nazis.

À agência noticiosa France Presse, Rommel tinha afirmado que a nível legal a questão colocada é de intenção: "devia um suspeito saber que as pessoas iam ser levadas para as câmaras de gás ou fuziladas? Este modelo é muito bom e uma ferramenta muito moderna para a investigação, porque pode ajudar a responder a essa questão".

A reconstituição digital foi desenvolvida por especialistas do Instituto Penal do estado da Baviera, que visitaram pela primeira vez os locais em 2013 e usaram várias fontes de informação para reconstituírem aquele que é considerado um dos mais infames locais usados pelo regime nazi para o programa de extermínio, sobretudo de judeus.

Para este trabalho foram usados inúmeros documentos, lasers para 'capturar' imagens de vedações, torres de vigia e edifícios, assim como fotografias aéreas para alcançar a maior precisão possível.

A ferramenta possibilita a visão dos locais, quer em condições de verão, quer de inverno.

Rommel lidera uma equipa de seis juízes e procuradores que nos últimos quatro anos encontraram 30 suspeitos de crimes em Auschwitz e entregaram os casos à Justiça.

Depois dos últimos casos criminais estarem concluídos, as autoridades alemãs admitem que o modelo digital poderá ser emprestado a monumentos que lembram o Holocausto.

"Claro que temos que ter extremo cuidado com roubos", indicou um dos criadores do sistema, Ralf Breker, ao antecipar o "pesadelo", nomeadamente devido ao uso daqueles dados para criar jogos de computador.

O especialista antecipou, ainda, o uso destes modelos 3D noutros cenários de crime para ajudar às investigações.

Lusa

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • Tribunal pede documentos sobre o BES ao Banco de Portugal

    Economia

    O Tribunal Administrativo de Lisboa deu esta quinta-feira ao Banco de Portugal 20 dias para entregar as ata das reuniões das 48 horas antes da resolução do BES. O regulador da banca foi chamado a prestar esclarecimentos sobre a queda do Banco Espírito Santo, em 2014.

  • 45 anos de Partido Socialista
    3:31

    País

    O PS completou 45 anos esta quinta-feira. Acaso ou não, a festa aconteceu um dia depois de terem ficado concluídos dois acordos com o PSD que fazem renascer o debate sobre o posicionamento ideológico do partido socialista.

  • Senado aprova à tangente novo diretor da NASA

    Mundo

    O Senado norte-americano aprovou na quinta-feira, à tangente, a nomeação do novo diretor da agência espacial norte-americana, com 50 votos favoráveis contra 49, colocando à frente da NASA um cético das alterações climáticas, adiantou a Efe.

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
    Mudar de Vida

    Mudar de Vida

    5ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    No "Mudar de Vida" desta quinta-feira damos a conhecer mais um caso de quem teve coragem de arriscar e procurar um novo futuro. Susana Moraes é uma economista que decidiu seguir a paixão pela dança. 

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16