sicnot

Perfil

Mundo

Polícia alemã aconselha cuidado por desconhecer paradeiro do suspeito de Chemnitz

A polícia da região alemã da Saxónia aconselhou a população a ter cuidado, dado que continua a desconhecer o paradeiro do suspeito de preparar um ataque à bomba na cidade de Chemnitz e o "que ele transporta consigo".

Na rede social Twitter, a polícia indicou continuarem as buscas por um jovem sírio, mas que "atualmente não se sabe onde é que ele está e o que transporta consigo".

"Tenha cuidado", advertiu a força, numa mensagem escrita em inglês, no dia em que foi lançada uma grande operação na cidade localizada no leste da Alemanha, a mais de 250 quilómetros de Berlim.

A polícia tinha anunciado a descoberta de "material explosivo altamente sensível" no apartamento de um sírio, de 22 anos, suspeito de preparar um atentado, sobre o qual foi também emitido um alerta de busca.

A agência noticiosa France Presse (AFP) indicou haver uma "motivação islamita" neste caso, citando fontes próximas da polícia, e deu conta da interpelação de três pessoas que conhecem o suspeito.

Jaber Albakr, o suspeito, terá chegado à Alemanha no ano passado como refugiado e estava sob vigilância das autoridades, segundo fontes dos serviços de segurança, adiantou o site da revista Focus, citado pela AFP.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.