sicnot

Perfil

Mundo

Polícia alemã encontrou "material explosivo altamente sensível" em Chemnitz

A polícia da região alemã da Saxónia anunciou ter encontrado "material explosivo altamente sensível" em Chemnitz, no leste do país, pelo que fará novas evacuações na zona.

Através da rede social Twitter, a polícia informou ter encontrado explosivos num apartamento da zona residencial conhecida como Fritz-Heckert, na parte Sul de Chemnitz, pelo que "é, portanto, necessário proceder a novas medidas de evacuação na área".

Anteriormente, a polícia emitiu nas redes sociais um alerta de busca sobre um jovem sírio, de 22 anos, suspeito de preparar um ataque à bomba.

Uma grande operação policial está a decorrer na cidade de Chemnizt, localizada a mais de 250 quilómetros de Berlim, na sequência de uma suspeita de preparação de um ataque com explosivos.

À imprensa local, habitantes na zona vedada contaram terem sido acordados manhã cedo por agentes da polícia, armados com metralhadoras, que lhes disseram para sair dos edifícios. Os habitantes abandonaram a área em autocarros.

Até ao momento foi evacuado pelo menos um bloco de apartamentos da zona Fritz-Heckert.

A região da Saxónia foi cenário, nos últimos meses, de vários incidentes xenófobos, incluindo vários ataques contra centros de refugiados.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".