sicnot

Perfil

Mundo

Dois dos feridos no ataque em Jerusalém morreram no hospital

Dois dos feridos do ataque hoje de manhã em Jerusalém morreram, segundo uma fonte hospitalar citada pela agência France Prese.

O porta-voz do hospital Hadassah não deu mais informações sobre as vítimas, mas anteriormente a polícia apontava para pelo menos quatro feridos, indicado que duas mulheres e um elemento da polícia tinham ferimentos graves.

Segundo a polícia, um homem que circulava numa viatura na zona de Jerusalém Oriental abriu fogo em direção a pessoas que estavam na rua, tendo em seguida fugido para um bairro palestiniano.

O homem foi perseguido pela polícia e acabou por ser morto, depois de ter também começado a disparar contra elementos das forças policiais, acrescentou a mesma fonte citada pela agência France Presse.

Lusa

  • Pelo menos oito feridos em atentado em Jerusalém

    Mundo

    Pelo menos oito pessoas ficaram feridas esta manhã, num tiroteio em Jerusálem. Duas estão em estado crítico, uma mulher, civil, que estava a passar na rua, e um agente da polícia. O ataque aconteceu perto da sede da polícia.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.