sicnot

Perfil

Mundo

Ex-presidente do Iémen promete vingança contra Arábia Saudita

O ex-presidente do Iémen Ali Abdalá Saleh, aliado dos rebeldes 'huthis', prometeu hoje vingança contra a Arábia Saudita, depois do bombardeamento de sábado na capital, Saná, que provocou 140 mortos mortos.

Numa declaração televisa, Saleh instou os seus partidários a pegarem em armas e a dirigirem-se às fronteias da Arábia Saudita para lutar.

O antigo presidente apelou ainda aos Ministérios da Defesa e do Interior para que "tomem as medidas necessárias para receber os combatentes".

"Os combatentes cumprirão com o seu dever, vão vingar-se", acrescentou Saleh.

A coligação militar árabe que intervém no Iémen sob comando da Arábia Saudita negou em comunicado qualquer envolvimento nos 'raides' aéreos, garantindo não ter conduzido operações militares no local desse bombardeamento e sugeriu que deveriam ser consideradas "outras causas".

Mais de 140 pessoas foram mortas e pelo menos 525 feridas quando um bombardeamento aéreo atingiu uma cerimónia fúnebre no Iémen e os rebeldes 'huthis' acusam a coligação dirigida pelos sauditas.

Lusa

  • Mais de 140 mortos em bombardeamento no Iémen
    0:50

    Mundo

    Um ataque aéreo na capital do Iémen provocou mais de 140 mortos e mais de 500 feridos. A ofensiva decorreu durante o funeral de um familiar do Ministro do Interior do país, onde diversas personalidades locais e militares participavam nas cerimónias funebres.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.