sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 10 militares turcos mortos em ataque do PKK

Pelo menos 17 militares turcos morreram e 30 ficaram feridos hoje num ataque da guerrilha do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) contra uma esquadra no extremo sudeste da Turquia, segundo a agência semipública Anadolu.

Membros do proscrito PKK lançaram um carro bomba contra um controlo de estrada localizado ao lado de uma esquadra de polícia na província de Hakkari, na fronteira com o Iraque e o Irão, causando, pelo menos, oito mortos e cinco feridos.

No sábado, as forças armadas turcas indicaram ter matado oito guerrilheiros na mesma província, local habitual de confrontos entre as duas partes.

O PKK e o Estado turco suspenderam em julho de 2015 um cessar-fogo, que durava há mais de dois anos e meio.

Considerado como um grupo terrorista pela União Europeia, Estados Unidos e Turquia, o PKK iniciou a sua luta armada em 1984 para defender direitos da minoria curda na Turquia.

Com Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.