sicnot

Perfil

Mundo

1,4 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária no Haiti

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

O Haiti enfrenta uma crise humanitária que requer uma "resposta massiva" da comunidade internacional, com pelo menos 1,4 milhões de pessoas a precisar de ajuda após a passagem do furacão Matthew, disse segunda-feira o líder da ONU.

A tempestade matou pelo menos 372 pessoas no país, prevendo-se que o número suba significativamente quando as equipas de resgate conseguirem chegar a zonas que estavam inacessíveis.

O Matthew destruiu casas e fontes de água, e matou animais de criação.

As Nações Unidas lançaram um apelo relâmpago para angariar 120 milhões de dólares de modo a cobrir as necessidades urgentes do Haiti nos próximos três meses.

"Uma resposta em massa é necessária", disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

"Algumas cidades e vilas foram praticamente apagadas do mapa. Estes números e necessidades estão a aumentar à medida que mais zonas afetadas são alcançadas", disse.

Após atingir o Haiti no dia 4 de outubro, o furacão deslocou-se para os Estados Unidos, onde matou pelo menos 20 pessoas.

Lusa

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC