sicnot

Perfil

Mundo

Proposta de reunião sobre a Síria leva Putin a cancelar vista a França

O Presidente russo, Vladimir Putin, cancelou a visita a França, prevista para a próxima semana, informou o Kremlin depois do Eliseu propor uma "reunião de trabalho" sobre a Síria com François Hollande, disseram hoje responsáveis franceses.

A Presidência francesa informou o Kremlin de que Hollande apenas receberia Putin durante a sua deslocação a França para uma "reunião de trabalho" sobre a Síria e a Rússia "fez saber que queria adiar a visita", disse o Palácio do Eliseu (residência oficial do chefe de Estado francês) à agência France Presse.

A visita a França do Presidente russo, principalmente privada, estava prevista há muito, dado que Putin deveria inaugurar em Paris um "Centro espiritual e cultural ortodoxo russo", que integra uma catedral ortodoxa.

Na semana passada, o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, indicou que Vladimir Putin se reuniria em Paris a 19 de outubro com o seu homólogo francês para falarem sobre o conflito na Síria e a crise ucraniana.

Mas François Hollande declarou no sábado que se tinha questionado sobre a possibilidade de o receber devido aos "crimes de guerra" cometidos pelo regime de Bashar al-Assad em Alepo com o apoio da aviação russa.

O chefe da diplomacia francesa, Jean-Marc Ayrault, advertiu na segunda-feira que François Hollande diria "verdades" ao seu homólogo russo se decidisse recebê-lo a 19 de outubro.

A Rússia vetou no sábado nas Nações Unidas a resolução francesa apelando ao fim dos bombardeamentos sobre Alepo.

Com Lusa

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.