sicnot

Perfil

Mundo

Turquia rejeita ordens do Iraque sobre tropas destacadas em Mossul

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou esta terça-feira que "não aceitará ordens do Governo iraquiano" relativas às tropas turcas destacadas perto da cidade de Mossul e recordou que foi Bagdad quem pediu a presença dos militares.

Erdogan disse que foi o primeiro-ministro iraquiano, Haidar al-Abadi, quem fez esse pedido, e criticou que agora exija a retirada dessas tropas.

"Agora, está a dizer-nos que nos vamos embora, mas o exército turco não perdeu tanto prestígio que tenha de aceitar ordens suas", afirmou Erdogan dirigindo-se a Al-Abadi durante uma intervenção num encontro de líderes islâmicos.

"Conhece os teus limites: Não és meu interlocutor, não estás ao meu nível, não tens os meus quilates, não tens a minha qualidade", frisou o chefe de Estado turco, falando para o governante iraquiano.

Erdogan garantiu que as suas tropas continuarão a fazer "o que é necessário no Iraque".

O Governo turco sustenta que as suas tropas no país árabe atuam como instrutores das forças iraquianas e como oposição ativa aos 'jihadistas' do Daesh.

A Turquia tem soldados destacados na base de Bashika, cerca de 15 quilómetros a leste de Mossul, atualmente "a capital" do EI no Iraque.

O parlamento iraquiano aprovou na terça-feira uma resolução em que instava o Governo a "considerar as tropas turcas estacionadas dentro do território iraquiano como forças de ocupação e hostis" e pediu "a adoção das medidas necessárias" para "as expulsar do Iraque".

O Governo iraquiano já tinha protestado energicamente em dezembro de 2015 contra a presença das tropas turcas em Bashika.

Ancara retirou então parte dos tanques e tropas para o território próximo do Curdistão iraquiano autónomo.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.