sicnot

Perfil

Mundo

Detidos em Espanha e Marrocos quatro membros de células extremistas

Arquivo Reuters

Quatro homens de nacionalidade marroquina foram detidos, dois deles em Espanha (Ceuta e Alicante) e outros dois em Marrocos (Tetuão e Fnideq), numa operação conjunta entre os dois países contra o terrorismo.

Os detidos, segundo um comunicado de hoje do Ministério do Interior de Espanha, integravam duas células extremistas radicadas nos dois países, que atuavam de forma coordenada e em colaboração direta com a organização terrorista Estado Islâmico.

A operação foi realizada por agentes da Polícia Nacional e da Direção Geral de Vigilância do Território (DGST) de Marrocos, em colaboração com o Centro Nacional de Inteligência.

Os quatro detidos, segundo o Ministério do Interior, manifestam elevado nível de radicalização e compromisso com o Estado Islâmico, e dedicavam-se à doutrinação, radicalização e envio de novos extremistas para as fileiras da organização terrorista.

Para tal, recebiam instruções diretas, apoio logístico e material propagandístico de uma "katiba" (brigada) plenamente integrada no Estado Islâmico e radicada na zona do conflito sírio-iraquiano.

A operação, acrescenta o ministério, permitiu a neutralização de uma ameaça potencial para a segurança nacional, tanto em Espanha como em Marrocos.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.