sicnot

Perfil

Mundo

Obama vai dedicar-se a projetos educativos quando deixar a Casa Branca

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, revelou na terça-feira que, quando deixar a Casa Branca, a 20 de janeiro, dedicará grande parte do tempo a iniciativas educativas com crianças, como "My Brother's Keeper" ou "Let Girls Learn".

Obama participou num fórum estudantil organizado pelo canal televisivo ESPN na Universidade Agrícola e Técnica do estado da Carolina do Norte. Um dos estudantes que participou no fórum perguntou a Obama sobre o que pensava fazer quando deixasse a presidência.

"Vou dormir durante duas semanas", brincou o Presidente, acrescentando que após acordar desse longo sono vai tirar "umas férias muito bonitas" com a mulher. Depois, explicou, deseja dedicar grande parte do seu tempo a programas educativos como "My Brother's Keeper", que criou em 2014, e "Let Girls Learn", promovido pela primeira-dama.

"Let Girls Learn" é um programa para promoção do acesso à educação para 62 milhões de meninas que atualmente não frequentam a escola em todo o mundo.

Michelle Obama lançou em março a segunda fase do programa, que consiste em "instar as pessoas a não se preocuparem apenas com o problema, mas a fazerem alguma coisa em relação a ele".

Através de uma página na Internet, Michelle Obama convidou "professores, estudantes, pais e mães" a organizarem eventos que sirvam para consciencializar a comunidade e, ao mesmo tempo, angariar fundos para a iniciativa.

Com "My Brother's Keeper", o Presidente norte-americano pretende combater o fracasso escolar entre os meninos hispânicos e afro-americanos, bem como dar-lhes mais oportunidades.

O programa, para o qual Obama recrutou a ex-estrela de NBA Earvin "Magic" Johnson, pretende que jovens se envolvam como mentores ou tutores de crianças pertencentes a minorias, além de promover a colaboração público-privada nessa tarefa.

Cerca de 250 comunidades de todo o país inscreveram-se no "My Brother's Keeper". Na terça-feira, Obama encorajou os jovens universitários participantes no fórum a envolverem-se como mentores de meninos em risco.

"[É] a possibilidade de serem mentores de um menino de oito ou dez anos que vive aqui. Talvez não tenha pai, não tenha muito. Estão a prestar-lhe atenção (...), levam-no a ver um jogo, perguntam-lhe como se está a sair na escola. Isso é revolucionário", afirmou o Presidente.

Lusa

  • Obama considera vídeo de Donald Trump repugnante

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, descreveu como "repugnantes" as afirmações sobre mulheres feitas por Donald Trump num vídeo, considerando-as como "agressão sexual", disse esta terça-feira o porta-voz da Casa Branca.

  • Obama e Anthony Bourdain numa tasca no Vietname
    1:30

    Mundo

    A poucos meses da saída de cena, Barack Obama continua a ser estrela de programas de televisão. O Presidente dos Estados Unidos da América participou na nova temporada do programa de Anthony Bourdain, na CNN. Obama e Bourdain estiveram num restaurante típico de Hanói para provar petiscos vietnamitas.

  • O abraço de Michelle e Bush está a correr mundo
    1:38

    Mundo

    Durante a inauguração do Museu Nacional da História e Cultura Afro-Americana, a primeira dama, Michelle Obama teve um gesto que está a ser muito comentado nas redes sociais. Deu um abraço a George W. Bush. O momento enternecedor é notícia em todo o mundo.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.