sicnot

Perfil

Mundo

Vaticano questiona o Mundo que se deixa encantar tragicamente pela mentira

O secretário de Estado do Vaticano questionou esta quarta-feira, em Fátima, o Mundo que "vive segundo a lei do mais forte e se deixa tragicamente encantar pela mentira", e apelou a uma vivência na Igreja com "verdade e paz".

Na Saudação aos Peregrinos, o cardeal Pietro Parolin disse também que o Mundo "faz da corrupção o segredo duma vida bem-sucedida" e, por outro lado, elogiou quem vive com "justiça e fraternidade".

"Quem entra cheio de gratidão nos corações da Mãe, da Igreja, de Cristo, não pode deixar de ficar maravilhado, vendo neles um modo de viver diverso daquele do Mundo. Enquanto o Mundo vive segundo a lei do mais forte e se deixa tragicamente encantar pela mentira, aqueles corações vivem a lei da mansidão e da reconciliação, transbordantes de beleza, verdade e paz".

E acrescentou o chefe da diplomacia da Santa Sé: "O Mundo faz da corrupção o segredo duma vida bem-sucedida, ao passo que aqueles corações refulgem com a justiça e a fraternidade que jorram do coração da Santíssima Trindade".

Pietro Parolin apelou ainda aos peregrinos para que, nesta peregrinação que assinala os 99 anos das Aparições, experimentem, "plenamente", a "gratidão, maravilha, compromisso comum".

A 212 dias da prevista visita do papa a Fátima -- a 13 de maio de 2017 -- Pietro Parolin disse-se ainda feliz por estar na Cova de Iria, "peregrino com todos", e observou que, no coração da Igreja, "não se entra de ânimo leve, nem com ligeireza; não se entra com violência nem com a força; e também não entra com engano".

O representante do Vaticano concluiu a saudação, apelando aos peregrinos para que rezem pelo papa Francisco e também por si e que aqueles ponham de lado qualquer temor.

A peregrinação internacional de outubro iniciou-se oficialmente às 18:30 de hoje, na Capelinha das Aparições, com uma saudação a Nossa Senhora e aos peregrinos.

Pelas 21:30, decorre um dos pontos altos do primeiro dia de celebrações, a bênção solene das velas e rosário, na Capelinha das Aparições, seguindo-se a procissão das velas, no recinto, e a missa internacional.

Na quinta-feira, a celebração final começa às 09:00 com o rosário, na Capelinha das Aparições, seguindo-se, a partir das 10:00, a procissão para o altar, missa, bênção dos doentes, consagração e procissão do adeus.

Lusa

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.