sicnot

Perfil

Mundo

30% dos europeus com consumo excessivo de álcool pelo menos uma vez por mês

Mais de 20% dos homens e 10% das mulheres europeias têm um consumo de risco de álcool, pelo menos uma vez por mês, alertam os participantes numa conferência sobre o tema que decorre hoje e sexta-feira em Lisboa.

No trabalho a ser apresentado, um estudo europeu, salienta-se também que entre 40 a 50% dos participantes nesse estudo apoiam medidas de controlo do álcool, como preços elevados, restrições do número de locais de venda, restrições de publicidade e testes aleatórios a condutores.

"Cerca de um quinto dos europeus representados no estudo coabitaram com um consumidor excessivo na sua infância ou adolescência e aproximadamente metade das pessoas referem ter sido negativamente afetados por essa pessoa. Quase 30% dos entrevistados referiram ter sido lesados por um consumidor excessivo, nos últimos 12 meses", diz um comunicado da organização.

A conferência junta nomeadamente eurodeputados e responsáveis pela área da Saúde de vários países e é organizada pela Ação Comum Europeia para a Redução dos Efeitos Nocivos do Álcool (RARHA), uma iniciativa dos Estados membros da União Europeia.

O trabalho da RARHA decorreu entre 2014 e 2016, e envolveu 32 parceiros associados e 29 parceiros colaboradores de toda a União Europeia, a que se juntaram a Noruega, Suíça e Islândia.

Destinou-se a contribuir para um melhor conhecimento dos riscos associados ao consumo de álcool e formas de lidar com a questão, e a conferência final de Lisboa destina-se a apresentar os resultados desse trabalho, as suas análises e recomendações.

Segundo o comunicado da RARHA os resultados assentam na monitorização dos padrões de consumo e dos efeitos nocivos do álcool, nas linhas orientadoras para o consumo de baixo risco, e nos exemplos de boas práticas na Europa e construção de ferramentas para reduzir os efeitos nocivos do álcool.

Os responsáveis pelo trabalho sugerem uma harmonização europeia dos alertas para o consumo de álcool, "que contribua para a criação de mensagens mais alinhadas" e salientam a necessidade de se legislar para impor uma idade mínima de 18 anos para venda e consumo de bebidas alcoólicas em toda a União Europeia.

"Ações da Comissão Europeia são urgentemente necessárias para o fornecimento de informação aos consumidores sobre bebidas alcoólicas e para nivelar informação obrigatória sobre os alimentos", como os gramas de álcool puro contidos, sugere-se ainda no estudo europeu.

As questões serão debatidas nestes dois dias por organizações não-governamentais e representantes de entidades, como a Organização Mundial de Saúde. Presente também Vytenis Andriukaitis, comissário Europeu da Saúde e da Segurança Alimentar, e, no encerramento, o ministro da Saúde de Portugal, Adalberto Campos Fernandes.

O álcool é, lembra-se no comunicado, a terceira causa de morte prematura na União Europeia, onde os custos diretos através de cuidados de saúde, crime, policiamento, acidentes e perdas de produtividade foram de 155 mil milhões de euros em 2010.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.