sicnot

Perfil

Mundo

Donald Tusk quer trabalhar com proximidade a Guterres

© Lucas Jackson / Reuters

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse esta quinta-feira ter recebido "com grande satisfação" a escolha de António Guterres para secretário-geral das Nações Unidas, com quem afirma querer trabalhar sobre migrações, terrorismo, mudanças climáticas e paz.

Numa carta dirigida a António Guterres, Tusk afirma: "Soube com grande satisfação que hoje a Assembleia-geral o indicou, um europeu, como o próximo secretário-geral das Nações Unidas".

O presidente do Conselho Europeu reiterou que a União Europeia, "como um forte defensor do efetivo multilateralismo em temas internacionais, vai fazer o máximo" para apoiar Guterres no seu novo cargo.

"Para nós, as Nações Unidas são e continuarão a ser uma instituição central no sistema multilateral baseado em valores e princípios que defendemos, no respeito pela lei internacional, democracia, direitos humanos e paz", refere Donald Tusk, na mensagem enviada ao futuro secretário-geral das Nações Unidas, que iniciará o mandato em 01 de janeiro de 2017.

O responsável acrescenta que espera vir a trabalhar com Guterres "com proximidade" em diversos temas globais, em particular "na promoção de responsabilidade global e na partilha do fardo no âmbito das recentes vagas, sem precedentes, de migrações e refugiados, de terrorismo, das mudanças climáticas, bem como, da paz e da segurança".

António Guterres foi hoje aclamado como novo secretário-geral das Nações Unidas, numa sessão da Assembleia-geral da ONU que ratificou a escolha feita pelo Conselho de Segurança em 05 de outubro.

Guterres vai assumir a liderança das Nações Unidas por um mandato de cinco anos, até 31 de dezembro de 2021.

Lusa

  • Presidente e Governo franceses saúdam nomeação de Guterres

    Mundo

    O Presidente francês, François Hollande, felicitou hoje António Guterres pela nomeação como secretário-geral das Nações Unidas, considerando que estará "plenamente à altura" dos desafios que o mundo enfrenta, como o terrorismo, alterações climáticas e tragédias humanitárias.

  • Os principais momentos da escolha de Guterres para secretário-geral

    Guterres na ONU

    O antigo primeiro-ministro português António Guterres foi confirmado esta quinta-feira como secretário-geral da ONU, concluindo um processo de seleção considerado como o mais transparente da história das Nações Unidas. O antigo Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados venceu todas as votações realizadas pelo Conselho de Segurança, apesar de vários dirigentes políticos defenderem uma mulher da Europa de Leste para o cargo. Conheça aqui alguns dos principais momentos do processo de escolha do novo secretário-geral da ONU.

  • O que foi dito sobre António Guterres

    Guterres na ONU

    António Guterres foi aclamado esta quinta-feira secretário-geral da ONU. A agência Lusa reuniu uma série de citações sobre a escolha do antigo primeiro-ministro português para o mais alto cargo das Nações Unida. Conheça aqui o que foi dito sobre António Guterres.

  • A emotiva aclamação de António Guterres
    3:02

    Guterres na ONU

    A assembleia-geral da ONU confirmou esta quinta-feira a escolha feita pelo Conselho de Segurança, há uma semana. António Guterres foi aclamado como novo secretário-geral das Nações Unidas. No discurso, Guterres voltou a apresentar-se com "gratidão e humildade" e prometeu manter um "grande sentido de responsabilidade."

  • Guterres promete ser um mediador ao serviço de todos
    1:44

    Guterres na ONU

    No primeiro discurso na Assembleia-geral da ONU, após aclamação como 9.º secretário-geral das Nações Unidas, que iniciará funções em 1 de janeiro de 2017, António Guterres prometeu ser um mediador, trabalhar ao serviço de todos e proteger as mulheres e os mais fracos.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.