sicnot

Perfil

Mundo

Moscovo ratifica acordo militar com a Síria por tempo indeterminado

O Presidente russo, Vladimir Putin, ratificou o acordo entre Damasco e Moscovo - "por tempo indeterminado" - sobre o envio de meios aéreos para o aeródromo militar de Hmeimin, na Síria, anunciou hoje o Kremlin.

O acordo, assinado inicialmente no dia 26 de agosto de 2015, permite a presença permanente de meios aéreos militares russos no aeródromo, na Síria, e que é utilizado para as operações de apoio ao regime de Bashar al Assad.

O acordo estipula também que os elementos da Força Aérea da Rússia que se encontram destacados em Hmeimim ficam isentos do pagamento de impostos na Rússia, assim como de controlos alfandegários.

As famílias dos militares russos destacados na Síria passam também a beneficiar de imunidade diplomática.

Um ano após o início da intervenção militar na Síria, a Rússia continua a reforçar a presença militar, com tropas e arsenal, onde efetua operações aéreas, nomeadamente, na zona de Alepo, no norte do país, apesar das críticas dos países ocidentais.

Segundo a France Presse, mais de 4.300 militares russos foram enviados para a Síria e concentram-se, maioritariamente, na base aérea de Hmeimim, perto de Lattaquié, uma zona de influência do Presidente Bashar al Assad.

Na base de Hmeimim encontram-se mais de vinte bombardeiros e dezenas de helicópteros de combate, além dos mísseis de defesa anti área S-400.

A Rússia utiliza ainda as instalações portuárias de Tartous, no litoral norte da Síria e que vão ser transformadas numa "base naval permanente", de acordo com o anúncio feito na segunda-feira pelo vice-ministro russo da Defesa, Nikolai Pankov.

Lusa

  • Regime sírio intensifica ataques sobre Alepo
    2:03

    Mundo

    A ofensiva das forças do regime sírio sobre Alepo intensificou-se nas últimas 24 horas com o apoio da força aérea da Rússia.A cidade foi alvo de novos ataques aéreos. De acordo com as equipas de socorro no terreno provocaram pelo menos 150 mortes.

  • Putin diz que Moscovo não cede a pressões sobre a Síria
    1:34

    Mundo

    A cada dia que passa, agrava-se a tensão entre a Rússia e o ocidente sobre a situação na Síria. Apesar disso, Vladimir Putin mantém-se firme no apoio a Damasco. O Presidente russo acusa o ocidente de não ter levado a sério o apoio russo à proposta do enviado da ONU à Síria. Já o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Boris Johnson, acusou a Rússia pelos bombardeamentos e apelou a protestos contra Moscovo junto à embaixada em Londres.

  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • Os momentos que marcaram o 6.º dia de Mundial
    0:58
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11

    Mundo

    A nova política de imigração de Donald Trump está a suscitar reações indignadas. Na fronteira com o México, as crianças refugiadas estão a ser retiradas à força aos pais e levadas para centros de acolhimento. Esta terça-feira, foi divulgado um registo áudio de uma criança a suplicar pelos pais a um dos agentes da polícia fronteiriça.

  • Protecionismo de Trump abala Wall Street

    Economia

    Abalada pela exacerbação das disputas comerciais entre os EUA e a China, a bolsa nova-iorquina encerrou esta terça-feira em baixa, com o seletivo Dow Jones a fechar em queda pela sexta sessão consecutiva.