sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal turco pede detenção de 189 magistrados por alegada ligação a golpe

© POOL New / Reuters

Um tribunal turco emitiu mandados de detenção contra 189 juízes e procuradores no âmbito do inquérito sobre a tentativa de golpe de Estado de 15 de julho, informou hoje a agência noticiosa pró-governamental Anadolu.

Os 189 magistrados são acusados de terem utilizado o sistema de encriptação de mensagens ByLock que era, segundo as autoridades turcas, a ferramenta de comunicação dos golpistas.

Alguns daqueles magistrados estavam no Ministério da Justiça ou no Conselho de Estado, enquanto 30 trabalhavam em tribunais de Istambul e outros um pouco por toda a Turquia, precisou a agência Anadolu.

Ancara acusa o ex-imã Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos desde 1999, de ter fomentado a tentativa de golpe em meados de julho, que causou mais de 270 mortos e milhares de feridos.

As autoridades turcas lançaram uma vaga de purgas após a tentativa de golpe de Estado para afastar todos os presumíveis partidários de Gülen.

Media, magistratura, polícia, forças armadas, educação, nenhum setor escapou às purgas de amplitude inédita, nas quais foram detidas 32.000 pessoas e 70.000 tem processos judiciais, segundo um balanço divulgado no final de setembro.

Na terça-feira, o parlamento turco ratificou a decisão do governo de prolongar por três meses o estado de emergência, instaurado após o fracassado golpe militar.

Lusa

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.