sicnot

Perfil

Mundo

ONU manifesta preocupação com saques e ataques a ajuda humanitária no Haiti

As Nações Unidas expressaram preocupação este domingo com os saques e ataques a ajuda humanitária enviada para o Haiti na sequência da passagem do furação Matthew, que matou mais de 500 pessoas e desalojou 175 mil.

Comida, medicamentos e outros bens essenciais estão a chegar lentamente às áreas mais atingidas pelo furacão e alguns grupos têm bloqueado estradas para intercetar os veículos que levam a ajuda, havendo mesmo registo de saques.

"É obviamente uma preocupação para a coordenação e entrega da ajuda", disse Mourad Wahba, o coordenado humanitário para o Haiti da Organização das Nações Unidas (ONU).

"Mas a resposta deve focar-se em mais do que segurança", acrescentou, sublinhando que "as pessoas estão com fome" e é preciso desbloquear as estradas para as ajudar.

No sábado, um camião da ONU foi saqueado na entrada de uma base das Nações Unidas na cidade portuária Les Cayes, uma das mais afetadas pelo furação Matthew, a 04 de outubro passado.

Segundo Mourad Wahba, o camião foi assaltado pouco antes da chegada àquela base do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, de helicóptero, e membros da segurança da organização usaram gás lacrimogéneo para dispersar a multidão, que respondeu atirando pedras.

"Qualquer ataque a um camião humanitário é um ataque aos que estão a sofrer, aos que mais precisam", disse Ban Ki-moon durante a sua passagem pelo Haiti.

"Quando camiões com medicamentos são atacados e saqueados, quando comida e água são saqueados, a única coisa que aumenta é a angústia e desencoraja a ajuda internacional", acrescentou.

A ONU estima que pelo menos 1,4 milhões de pessoas no Haiti (numa população de 10 milhões) precisam de ajuda urgente, depois da devastação causada pelo furacão Matthew.

Pelo menos 546 pessoas morreram e mais de 175 mil perderam as suas casas, segundo o último balanço.

As Nações Unidas lançaram um apelo para reunir 120 milhões de dólares de forma urgente para ajudar o Haiti, que em 2010 já tinha ficado devastado por causa de um sismo.

Até agora, a ONU só conseguiu reunir cerca de 13% daquele valor.

No sábado, Ban Ki-moon, ao chegar ao país, manifestou-se perturbado com a "absoluta devastação" causada pelo furacão Matthew no Haiti e disse estar desapontado com a reduzida ajuda internacional que está a chegar ao país.

Há seis anos, depois do sismo de 2010, a ajuda internacional que chegou ao Haiti foi mal coordenada e apenas uma fração chegou às vítimas da catástrofe.

"Sei que há alguma fatiga em relação a certos países, mas esta situação, o desastre que atingiu este país com o furacão Matthew, é indescritível", afirmou o secretário-geral da ONU durante uma conferência de imprensa com o Presidente interino Jocelerme Privert.

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • "Não preciso de ajustar contas com ninguém"
    0:49

    País

    O ex-Presidente da República insiste que José Sócrates foi desleal durante as negociações do Orçamento do Estado para 2011. Numa entrevista dada à RTP1, Cavaco Silva esclareceu ainda que não escreveu o livro de memórias para ajustar contas com o ex-primeiro-ministro.

  • Sócrates em processo judicial surpreende Cavaco
    0:18

    País

    Cavaco Silva afirmou ter ficado surpreendido com o envolvimento de José Sócrates num processo judicial. Em entrevista à RTP1 o ex-Presidente da República diz que nunca se apercebeu de qualquer "atuação legalmente menos correta" da parte de Sócrates.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28
  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Secretário da Segurança Interna dos EUA desmente Donald Trump

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou esta quinta-feira que os esforços do seu Governo para expulsar alguns imigrantes ilegais dos Estados Unidos "são uma operação militar", afirmação contrariada pelo seu secretário da Segurança Nacional no México.