sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 25 mortos em motim numa prisão do Brasil

Pelo menos 25 pessoas morreram este domingo numa cadeia no Brasil, na cidade de Boa Vista, estado de Roraima, na Amazónia, num confronto entre presos, segundo fontes policiais citadas pelo canal de televisão Globo.

Todos os mortos são presos, sete deles foram decapitados e outros seis morreram queimados no motim na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, disse ao portal de notícias G1 um responsável pela polícia.

O motim decorreu durante o horário das visitas e cerca e cem familiares de presos chegaram a ser feitos reféns durante horas, antes de serem libertados pela polícia, disseram fontes oficiais.

Segundo as mesmas fontes, os presos de uma ala conseguiram partir cadeados e invadir outra ala, iniciando-se depois um confronto entre grupos rivais.

Os presos estavam armados com facas e pedaços de madeira, disse ao portal G1 a mulher de um preso, que estava dentro da cadeira, para visitar o marido, quando começou o motim.

As autoridades enviaram para o local polícia de operações especiais.

Lusa

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42
  • E depois do Brexit?
    3:42
  • Britânicos a viver no Algarve falam em desilusão
    2:32

    Brexit

    Para muitos dos britânicos que vivem no Algarve, o Brexit é a confirmação de que o resultado surpreendente do referendo não tem retorno. Certificados de residência e até a dupla nacionalidade são questões que a partir de agora passam a estar em cima da mesa.