sicnot

Perfil

Mundo

Governo iraquiano confirma corredores de segurança para civis saírem de Mossul

O primeiro-ministro do Iraque, Haidar al Abadi, disse esta terça-feira que foram estabelecidos corredores para os civis saírem com segurança de Mossul, perante o avanço das forças iraquianas sobre a cidade, último bastião do Daesh.

Haidar al Abadi

Haidar al Abadi

© Fabrizio Bensch / Reuters

Haidar al Abadi assegurou, durante uma sessão do Conselho de Ministros em Bagdade, que não estão a ser feitos "bombardeamentos indiscriminados".

O primeiro-ministro disse também que as tropas iraquianas estão com a "moral em alta" e determinadas a libertar todas as zonas da província de Ninive, cuja capital é Mossul.

O porta-voz do Pentágono, Jeff Davis, afirmou que os civis estão "retidos contra a sua vontade" em Mossul e que o Daesh os está a utilizar como "escudos humanos" contra a ofensiva em curso das forças iraquianas.

O destino dos 1,5 milhões de habitantes da segunda cidade do Iraque está a suscitar muitas preocupações.

As forças da coligação e iraquianas prepararam centros de acolhimento de emergência para receber as centenas de milhares de pessoas.

Várias organizações humanitárias têm apelado para o estabelecimento de corredores seguros para civis que conseguiam fugir da cidade.

Lusa

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.

  • Pavilhão Carlos Lopes esteve encerrado durante 14 anos
    2:27