sicnot

Perfil

Mundo

Idosa fica presa durante quatro dias no chuveiro e é salva por empregada do café

Uma mulher de 87 anos ficou presa no chuveiro durante quatro dias, em Inglaterra. Doreen Mann acabou por ser salva por uma empregada do café onde costuma ir, que notou a ausência da idosa nos seus lanches costumeiros.

Doreen Mann e Sonia Congrave, a empregada de café

Doreen Mann e Sonia Congrave, a empregada de café

Durante quatro dias presa no chuveiro, Doreen Mann teve de beber a água da torneira para conseguir sobreviver. A mulher, a viver em Southend-on-Sea em Inglaterra, foi salva depois da empregada do café ter percebido que a sua cliente mais leal não aparecia para tomar o chá e comer uma fatia de bolo - como costuma fazer sempre.

Café onde Doreen Mann é cliente habitual

Café onde Doreen Mann é cliente habitual

"Ela não veio durante uns dias, nem no sábado, como costuma vir sempre", explicou Sonia Congrave ao The Telegraph. A mulher de 39 anos acabou por alertar as autoridades locais, que acabaram por encontrar a mulher enrolada em toalhas no chuveiro da sua casa.

Após o incidente, Doreen deu uma chave da sua casa à empregada que a salvou, de modo a possíveis situações de perigo. Já Sonia Congrave ofereceu um telemóvel à mulher para que esta possa pedir ajuda em caso de emergência.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.