sicnot

Perfil

Mundo

Português assassinado durante assalto no Brasil

Globo

Um comerciante português foi morto na segunda-feira durante um assalto em Fortaleza, no Brasil. O cunhado que também estava no estabelecimento acabou por ser baleado no pé.

Nuno António Torres, de 39 anos,

morava há cinco anos no Brasil.

Segundo as autoridades, o crime ocorreu no estabelecimento comercial do sogro do português. Nuno Torres vendia relógios importados e, de acordo com os media brasileiros, tinha combinado um encontro com o possível novo cliente, na loja no Bairro Montese.

As câmaras de vigilância apanharam o momento em que o português apresenta a mercadoria ao casal. Minutos depois, o homem pega numa arma e anuncia o assalto. A vítima reagiu, tentando pegar na arma. Contudo, o homem abriu fogo contra Nuno Torres, que acabou por morrer no local. O cunhado do português ainda tentou ajudar, mas foi baleado no pé.

O casal de assaltantes fugiu com o material roubado até um carro, onde estaria um terceiro cúmplice. Até ao momento, ninguém foi preso.

  • "O euro como o conhecemos é uma construção imperfeita"
    1:26

    Economia

    O primeiro-ministro diz que o euro como o conhecemos é uma construção imperfeita e que sem regras iguais para todos não é possível a reforma da moeda única. As declarações de António Costa foram feitas esta terça-feira, em Lisboa, numa conferência intitulada de "Consolidar o Euro. Promover a Convergência".

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.