sicnot

Perfil

Mundo

Saramago inspira manifestação de homens contra violência machista

Uma manifestação de "homens contra a violência machista" está convocada para o próximo dia 21, em Sevilha (Espanha), uma iniciativa que surgiu há 10 anos a partir de palavras do Nobel português José Saramago contra os maus-tratos às mulheres.

"Necessitamos de uma grande manifestação de homens que, como propunha Saramago, denuncie que o Machismo é Violência", defendem os organizadores do evento na página de Internet hombrescontralasviolenciasmachistas.com.

A primeira manifestação contra a violência machista teve lugar em 2006, também em Sevilha, e agora, passados dez anos, a par da demonstração também é organizado um colóquio de três dias na Universidade da capital da Andaluzia e uma homenagem a José Saramago, que recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

Segundo fonte da Fundação José Saramago, com sede em Lisboa, na manifestação de sexta-feira estará presente a viúva do Nobel português, Pilar del Río, que preside a essa instituição e é natural de Sevilha.

A mesma fonte explicou à Lusa que José Saramago disse numa entrevista a um canal de televisão espanhol que a questão dos maus-tratos às mulheres era um assunto dos homens, porque eram eles os causadores, e eram eles os que deveriam resolvê-lo.

O Nobel acrescentou na ocasião que gostaria de ver homens na rua a manifestarem-se contra isso.

Lusa

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.