sicnot

Perfil

Mundo

Saramago inspira manifestação de homens contra violência machista

Uma manifestação de "homens contra a violência machista" está convocada para o próximo dia 21, em Sevilha (Espanha), uma iniciativa que surgiu há 10 anos a partir de palavras do Nobel português José Saramago contra os maus-tratos às mulheres.

"Necessitamos de uma grande manifestação de homens que, como propunha Saramago, denuncie que o Machismo é Violência", defendem os organizadores do evento na página de Internet hombrescontralasviolenciasmachistas.com.

A primeira manifestação contra a violência machista teve lugar em 2006, também em Sevilha, e agora, passados dez anos, a par da demonstração também é organizado um colóquio de três dias na Universidade da capital da Andaluzia e uma homenagem a José Saramago, que recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

Segundo fonte da Fundação José Saramago, com sede em Lisboa, na manifestação de sexta-feira estará presente a viúva do Nobel português, Pilar del Río, que preside a essa instituição e é natural de Sevilha.

A mesma fonte explicou à Lusa que José Saramago disse numa entrevista a um canal de televisão espanhol que a questão dos maus-tratos às mulheres era um assunto dos homens, porque eram eles os causadores, e eram eles os que deveriam resolvê-lo.

O Nobel acrescentou na ocasião que gostaria de ver homens na rua a manifestarem-se contra isso.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC