sicnot

Perfil

Mundo

Aos 85 anos corre maratona em menos de quatro horas

Esta não foi propriamente uma estreia para Ed Whitlock, natural da cidade canadiana de Milton, no Ontario. Aos 73 anos, já havia corrido a maratona em 2:54 horas, uma marca que inveja muitos corredores com metade da idade.

Facebook

Um canadiano de 85 anos correu, no domingo, a maratona de Toronto em 3:56:33 horas e bateu, por quase 30 minutos, o recorde mundial da prova para homens entre os 85 e 89 anos.

Ed Whitlock enfrentou vento e chuva para ultrapassar, de forma clara, uma marca que vinha de 2004 (4:34:55 horas).

Depois de cruzar a linha de meta, Whitlock disse ao Canadian Running que correu demasiado depressa nos primeiros quilómetros, o que lhe causou algumas dificuldades a meio da prova. Ainda assim, houve força para terminar em menos de quatro horas.

Esta não foi propriamente uma estreia para Ed Whitlock, natural da cidade canadiana de Milton, no Ontario. Aos 73 anos, já havia corrido a maratona em 2:54 horas, uma marca que inveja muitos corredores com metade da idade.

Um atleta que prefere fugir às práticas habituais do atletismo. Rejeita a ideia de treinos muito sérios ou receber massagens e banhos de gelo. Prefere correr em torno de um cemitério, na zona onde mora. Uma metodologia que, a julgar pelas marcas que tem alcançado, é para manter.

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • O sorriso de Jorge Jesus quando soube que o símbolo da Juventus mudou
    1:21

    Desporto

    A Juventus surpreendeu grande parte do mundo do futebol quando alterou completamente o emblema. Agora, o símbolo faz lembrar as iniciais do nome do treinador do Sporting. Jorge Jesus não sabia, mas ficou esta terça-feira a saber e parece ter gostado. O técnico de Alvalade regressa quarta-feira ao estádio da equipa italiana, que conhece muito bem.