sicnot

Perfil

Mundo

Aos 85 anos corre maratona em menos de quatro horas

Esta não foi propriamente uma estreia para Ed Whitlock, natural da cidade canadiana de Milton, no Ontario. Aos 73 anos, já havia corrido a maratona em 2:54 horas, uma marca que inveja muitos corredores com metade da idade.

Facebook

Um canadiano de 85 anos correu, no domingo, a maratona de Toronto em 3:56:33 horas e bateu, por quase 30 minutos, o recorde mundial da prova para homens entre os 85 e 89 anos.

Ed Whitlock enfrentou vento e chuva para ultrapassar, de forma clara, uma marca que vinha de 2004 (4:34:55 horas).

Depois de cruzar a linha de meta, Whitlock disse ao Canadian Running que correu demasiado depressa nos primeiros quilómetros, o que lhe causou algumas dificuldades a meio da prova. Ainda assim, houve força para terminar em menos de quatro horas.

Esta não foi propriamente uma estreia para Ed Whitlock, natural da cidade canadiana de Milton, no Ontario. Aos 73 anos, já havia corrido a maratona em 2:54 horas, uma marca que inveja muitos corredores com metade da idade.

Um atleta que prefere fugir às práticas habituais do atletismo. Rejeita a ideia de treinos muito sérios ou receber massagens e banhos de gelo. Prefere correr em torno de um cemitério, na zona onde mora. Uma metodologia que, a julgar pelas marcas que tem alcançado, é para manter.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.