sicnot

Perfil

Mundo

EUA asseguram que Coreia do Norte vai pagar um preço pelas ações perigosas

© Yuri Gripas / Reuters

Os Estados Unidos asseguraram esta quarta-feira que a Coreia do Norte vai "pagar um preço" pelas suas "perigosas ações" e prometeu instalar o mais depressa possível o seu escudo antimíssil na Coreia do Sul.

"Temos de assegurar que a Coreia do Norte paga um preço pelas suas perigosas ações, enquanto trabalhamos para a desnuclearização pacífica da península coreana", disse o secretário de Estado, John Kerry, em Washington, durante um encontro com representantes da Coreia do Sul.

John Kerry recordou que os Estados Unidos estão a "negociar" no Conselho de Segurança da ONU novas sanções contra a Coreia do Norte, devido ao último lançamento, ocorrido a 09 de setembro.

O secretário da Defesa norte-americano, Ashton Carter, que também esteve presente no encontro, assegurou que o "recente e drástico aumento dos testes nucleares da Coreia do Norte e o lançamento de mísseis balísticos recordam a grave ameaça que representam para a segurança" dos Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul.

"À luz daqueles atos de provocação, a nossa postura de defesa coordenada deve ser robusta e a nossa dissuasão deve ser credível", salientou Ashton Carter.

"Se a Coreia do Norte continua a violar as leis internacionais sofrerá sanções ainda mais duras, uma maior pressão e ficará cada vez mais atrasada em relação ao resto da região", alertou John Kerry.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.