sicnot

Perfil

Mundo

Líderes da UE querem condenar fortemente a Rússia pelo ataques a Alepo

© Khalil Ashawi / Reuters

Os líderes europeus pretendem "condenar fortemente" a Federação Russa, quando se reunirem, na quinta-feira, pelos seus alegados ataques a civis na cidade síria de Alepo.

Um rascunho da sua declaração final, obtido pela AFP, omite a ameaça de sanções, apesar de tais apelos por parte dos EUA e do Reino Unido, mas intensifica o tom contra a Federação Russa.

"O Conselho Europeu condena fortemente os ataques pelo regime sírio e pelos seus aliados, designadamente a Rússia, a civis em Alepo", segundo o esboço consultado.

No texto também se avisa que "os responsáveis pelas violações da lei humanitária internacional e dos direitos humanos têm de se explicar".

O presidente da União Europeia, Donald Tusk, preveniu para a necessidade de manter a unidade europeia face à Federação Russa, quando se nota um enfraquecimento do apoio às sanções impostas a Moscovo devido ao seu envolvimento no conflito da Ucrânia.

Os líderes europeus devem discutir a estratégia para a Federação Russa ao jantar, durante a cimeira.

Lusa

  • Voluntários portugueses rumam ao México com cães de salvamento
    1:59

    Mundo

    Nuno Vieira e Marco Saraiva são voluntários de Braga. Com os seus dois cães, "Koi" e "Yuki", formam uma equipa de resgate e partem esta noite para o México, para ajudar na busca e salvamento de vítimas do terramoto que abalou o país esta terça-feira. A equipa portuguesa faz parte de uma ONG espanhola.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição em Porto Rico
    1:16
  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • DGS garante que não há perigo de dengue
    2:09
  • Episódio da Abelha Maia censurado por queixas de obscenidade

    Cultura

    A plataforma digital Netflix viu-se obrigada a retirar um episódio da Abelha Maia depois das queixas de pais norte-americanos por causa de um "desenho obsceno", em forma de pénis. Aparentemente, terá sido só removido para quem acede nos EUA dado que, ao que a SIC pôde constatar, a partir de Portugal o episódio 35 está disponível.

  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.

  • Restaurante em prisão na Colômbia serve comida confecionada por detidas
    1:04