sicnot

Perfil

Mundo

Número de crianças vítimas do conflito no Afeganistão não para de aumentar

© Omar Sobhani / Reuters

O número de crianças afegãs vítimas do conflito entre talibãs e as forças de segurança está "em aumento constante desde 2013", alertaram esta quarta-feira as Nações Unidas, apelando a "todas as partes" que poupem a população civil.

Numa altura em que os "combates atingem cada vez mais zonas densamente povoadas, é imperativo que as partes tomem medidas imediatas para poupar os civis", afirma, num comunicado, o chefe da missão de assistência da ONU no Afeganistão (Manua), Tadamishi Yamamoto.

Nos primeiros nove meses de 2016, 8.397 civis foram vítimas de combates, atentados ou engenhos explosivos, 2.562 dos quais morreram e 5.835 ficaram feridos, segundo os números divulgados hoje pela ONU.

O número representa uma redução de um por cento em relação ao mesmo período de 2015, mas "o número de crianças vítimas continua a aumentar ano após ano desde 2013", tendo registado um aumento de 15% entre os primeiros nove meses de 2015 e o período homólogo de 2016.

"Entre janeiro e setembro de 2016, 2.461 crianças foram registadas como vítimas, das quais 639 mortas e 1.822 feridas", afirma o texto.

As principais causas, sublinha a ONU, são "os combates no terreno, seguidos dos ataques suicidas e dos engenhos explosivos improvisados".

Sobre minas e bombas abandonadas, precisa a organização, o número total de vítimas diminuiu 22%, mas "84% das vítimas" deste tipo de incidente "são crianças", explicou Danielle Bell, diretora do departamento de direitos humanos da missão.

A ONU sublinha também que a contra-ofensiva das forças governamentais face aos grupos insurgentes no leste se tem revelado especialmente mortífera para os civis, com 23% do total de vítimas -- 623 mortos e 1.274 feridos -, mais 42% em relação ao ano anterior.

"A intensificação dos combates no terreno é a primeira causa", com 39% das vítimas, mas a missão "preocupa-se igualmente com o número crescente de vítimas dos ataques aéreos das forças pró-governamentais", que fizeram 133 mortos e 159 feridos entre os civis, "mais 72% que em 2015".

Lusa

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria", Reportagem Especial de hoje.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34
  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.