sicnot

Perfil

Mundo

Termina motim de imigrantes em centro de acolhimento em Madrid

© Lusa

Um grupo de 39 imigrantes abandonou esta manhã o telhado do Centro de Internamento de Estrangeiros de Aluche, em Madrid, 12 horas depois do início, segundo a imprensa espanhola.

Os imigrantes permaneceram toda a noite no telhado do edifício pedindo, aos gritos, "liberdade" e "dignidade", enquanto negociavam com a polícia debaixo de uma chuva intensa.

O porta-voz da Polícia Nacional espanhola, citado pela imprensa, explicou que os imigrantes não estavam armados e negou que a revolta se tenha iniciado devido à redução da presença de polícias que teriam sido deslocados para reforçar a segurança em redor do estádio do Real Madrid, onde se verificaram distúrbios na terça-feira à noite.

O motim começou às 22:00 (21:00 em Lisboa) de terça-feira, quando os imigrantes taparam as câmaras de segurança, para não serem controlados, e começaram a partir o mobiliário do Centro de Internamento de Estrangeiros de Aluche, tendo em seguida chegado ao telhado do edifício.

O incidente soma-se a uma série de outras tentativas de fuga de estrangeiros deste tipo de estabelecimentos em Espanha, que alguns consideram ser prisões.

Estes centros de acolhimento foram criados para alojar provisoriamente os estrangeiros de fora da União Europeia que entram em Espanha de forma ilegal.

Lusa

  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.