sicnot

Perfil

Mundo

Vendedor de chá torna-se modelo com uma foto partilhada nas redes sociais

Um vendedor de chá viu a sua vida mudar do dia para a noite depois de uma fotografia sua a trabalhar ter invadido a internet. Arshad Khan tem 18 e foi fotografado a encher uma caneca de chá no mercado de domingo de Islamabad, capital do Paquistão.

A fotografia foi tirada por uma pessoa que ia a passar e publicada no Instagram. A partir daí, milhares de pessoas partilharam a imagem nas redes sociais, em busca do nome e dos "penetrantes olhos azuis".

O jovem foi identificado na terça-feira como Arshad Khan, um adolescente que trabalhava no mercado há três meses como chai wala (vendedor de chá, em português).

Fitin.pk, um site de roupa online com sede em Islamabad, apressou-se a assinar contrato com o jovem, oferecendo-lhe o primeiro trabalho como modelo. Tamanho o sucesso do rapaz na internet, a empresa até partilhou a novidade no seu site.

Em entrevista aos media locais, Arshad explicou que nunca tinha ouvido falar sobre as redes sociais Instagram e Twitter e que estava muito feliz pelo novo emprego. Contudo, admitiu que preferia não ser fotografado enquanto trabalhava.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.