sicnot

Perfil

Mundo

Vendedor de chá torna-se modelo com uma foto partilhada nas redes sociais

Um vendedor de chá viu a sua vida mudar do dia para a noite depois de uma fotografia sua a trabalhar ter invadido a internet. Arshad Khan tem 18 e foi fotografado a encher uma caneca de chá no mercado de domingo de Islamabad, capital do Paquistão.

A fotografia foi tirada por uma pessoa que ia a passar e publicada no Instagram. A partir daí, milhares de pessoas partilharam a imagem nas redes sociais, em busca do nome e dos "penetrantes olhos azuis".

O jovem foi identificado na terça-feira como Arshad Khan, um adolescente que trabalhava no mercado há três meses como chai wala (vendedor de chá, em português).

Fitin.pk, um site de roupa online com sede em Islamabad, apressou-se a assinar contrato com o jovem, oferecendo-lhe o primeiro trabalho como modelo. Tamanho o sucesso do rapaz na internet, a empresa até partilhou a novidade no seu site.

Em entrevista aos media locais, Arshad explicou que nunca tinha ouvido falar sobre as redes sociais Instagram e Twitter e que estava muito feliz pelo novo emprego. Contudo, admitiu que preferia não ser fotografado enquanto trabalhava.

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC