sicnot

Perfil

Mundo

Assange ouvido pela justiça pela primeira vez desde que está na embaixada do Equador

Reuters

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, acusado de violação na Suécia, deu esta segunda-feira pela primeira vez a sua versão dos factos à justiça, na embaixada do Equador em Londres, onde está refugiado desde 2012.

A audição foi realizada por um procurador equatoriano, na presença de uma homóloga sueca, Ingrid Isgren, magistrada instrutora adjunta no inquérito incidente sobre o australiano, de 45 anos.

A Suécia e o Equador negociaram as condições do interrogatório durante meses. Quito impôs que fosse um procurador do país a fazer as perguntas, mesmo as que sugeridas pelos investigadores suecos.

A audição deve "demorar vários meses", afirmou o advogado sueco de Assange, Per Samuelsson, em declarações à AFP.

Enquanto a justiça sueca lhe recrimina a fuga sistemática às convocatórias para ser ouvido, Samuelsson garante que Julian Assange, acusado de violação desde 2010, "sempre quis dar a sua versão dos factos diretamente aos investigadores".

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.