sicnot

Perfil

Mundo

Assange ouvido pela justiça pela primeira vez desde que está na embaixada do Equador

Reuters

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, acusado de violação na Suécia, deu esta segunda-feira pela primeira vez a sua versão dos factos à justiça, na embaixada do Equador em Londres, onde está refugiado desde 2012.

A audição foi realizada por um procurador equatoriano, na presença de uma homóloga sueca, Ingrid Isgren, magistrada instrutora adjunta no inquérito incidente sobre o australiano, de 45 anos.

A Suécia e o Equador negociaram as condições do interrogatório durante meses. Quito impôs que fosse um procurador do país a fazer as perguntas, mesmo as que sugeridas pelos investigadores suecos.

A audição deve "demorar vários meses", afirmou o advogado sueco de Assange, Per Samuelsson, em declarações à AFP.

Enquanto a justiça sueca lhe recrimina a fuga sistemática às convocatórias para ser ouvido, Samuelsson garante que Julian Assange, acusado de violação desde 2010, "sempre quis dar a sua versão dos factos diretamente aos investigadores".

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22