sicnot

Perfil

Mundo

Neto do fundador da Fiat acusado de simular o seu próprio rapto  

Um dos herdeiros da fortuna da Fiat é acusado de ter simulado o seu próprio rapto, em Manhattan. Lapo Elkann terá fingido que foi raptado por uma prostituta transexual que exigiria um resgate de cerca de 9.500 euros. Segundo um fonte que contactou a Associated Press, Elkann pediu a quantia à família em Nova Iorque para "garantir a sua segurança".

As suspeitas sobre a veracidade do caso surgiram porque Elkann, de 39 anos, foi depois encontrado alcoolizado em Manhattan.

O neto do fundador da Fiat Gianni Agnelli tinha viajado para os Estados Unidos há apenas uma semana. Foi detido sob a acusação de "delito menor" e terá de comparecer em tribunal em janeiro.

De nacionalidade italiana, Lapo Elkann tinha escito no Instagram que ia para o estrangeiro para concretizar "vários projetos em desenvolvimento... uma série de novas ideias". Num vídeo em que enverga calças e casaco vermelhos, discursa sobre o seu futuro e a sua viagem de negócios, na qual estará em contacto com "diversas personagens muito interessantes".

Instagram

De acordo com os media norte-americanos e italianos, antes de ter contactado a família a pedir dinheiro, Lapo Elkann passou dois dias com a mulher que depois acusou de o ter raptado.

Acionista da Fiat mas sem qualquer cargo oficial na companhia, Elkann já tinha sido notícia em 2005 quando foi hospitalizado em Turim devido a uma overdose. Atualmente dirige a empresa de moda e design Italia Independent.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.