sicnot

Perfil

Mundo

Centenas em protesto em Macau no aniversário da transição para a China

Bandeira da China

Reuters

Cerca de 600 pessoas, de acordo com a polícia, manifestaram-se esta terça-feira em Macau, saindo à rua com diferentes reivindicações, aproveitando o feriado do aniversário da transferência do exercício de soberania de Portugal para a China.

Os protestos, pelo dia do 17.º aniversário do estabelecimento da Região Administrativa Especial, foram organizados por seis associações, que, na sua maioria, partiram da zona norte da cidade, com destino à sede do Governo, onde chegaram de forma espaçada e entregaram petições.

Segundo a PSP, foram mobilizados 100 agentes para as manifestações que decorreram de forma pacífica e seguiram o itinerário proposto.

O grupo mais numeroso, e também um dos mais barulhentos, com várias pessoas a 'baterem' pratos, foi o da Associação Reunião Familiar de Macau, formado quase exclusivamente por pessoas idosas, que deixou ainda uma petição no Gabinete de Ligação da China.

Trata-se dos pais dos chamados "filhos maiores" nascidos na China. À data da apresentação do pedido para se reunirem com os pais, preenchiam os requisitos, mas durante a apreciação do requerimento ultrapassaram a idade permitida para a autorização de fixação de residência em Macau.

Outras cinco associações e dois cidadãos mobilizaram-se por motivos tão diferentes como em protesto contra a corrupção, para pedir aumentos salariais para a construção civil e reivindicar restrições à importação de mão-de-obra, para exigir a demissão de dirigentes, como do secretário para a Economia e Finanças, ou apelar para que haja mais habitação social nos novos terrenos que estão a ser conquistados ao mar.

Lusa

  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • 14 sacerdotes suspensos por abusos sexuais no Chile

    Mundo

    A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou na terça-feira a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. Todos eles pertenciam a um grupo de se autointitulou de "La Familia", segundo a investigação jornalística.